AS SUSPEITAS NO BRASIL DO CORONAVIRUS

O Ministério da Saúde confirmou ontem que investiga os três primeiros casos de coronavírus no Brasil. Ainda de manhã, a Pasta divulgou que uma jovem de 22 anos de Minhas Gerais estava com os sintomas (parecidos com os de uma gripe comum: febre e, pelo menos, algum outro sintoma respiratório) e havia estado em Wuhan. Ela chegou ao país na sexta (24), procurou atendimento já na segunda e está em isolamento no hospital Eduardo de Menezes, em BH. Pouco depois, o Ministério informou sobre um caso em Porto Alegre e outro em Curitiba em que os pacientes também tinham sintomas e se enquadravam nos critérios epidemiológicos: estiveram em algum lugar onde o vírus é transmitido de pessoa para pessoa ou

Novo vírus põe o planeta em estado de alerta

Colaborador/Getty Images) QUARENTENA EM WUHAN Onze milhões de pessoas. O número – que equivale ao total de habitantes de países inteiros, como Bolívia e Cuba – se refere à população da cidade chinesa de Wuhan que, desde ontem, está sob quarentena decretada pelo governo. Ou seja, ninguém pode sair sem justificativa e aprovação. O aeroporto da cidade foi fechado, as estações de trem bloqueadas e as rodovias estão sendo patrulhadas pela polícia. Os moradores de Wuhan correram aos supermercados para estocar comida, deixando estoques vazios, segundo a Reuters. Os números do vírus de Wuhan cresceram bastante de ontem para hoje: na contagem oficial do governo chinês, eram nove mortos; agora são 17.

A catástrofe da água como síntese do Rio

"Cidade deixou de investir em abastecimento há décadas – e, como todo o país, vomita esgotos nas represas. Tudo piorou com corte de verbas de Bolsonaro e plano de sucatear a Cedae. Que venha a rebeldia civilizatória de nova Revolta da Vacina!", escreve Tainá de Paula, arquiteta e urbanista, integrante da equipe de assessoria técnica do MTST e membro da Rede BrCidades, em artigo publicado por OutrasPalavras, 17-01-2020. Tingido de verde pelo esgoto, o rio Guandu deságua num reservatório da Cedae. Fonte: OutrasPalavras Eis o artigo. O título do texto é provocador. O Rio de Janeiro entra em 2020 como a capital mundial da arquitetura, signatária de tratados internacionais, incluindo a agenda 203

Novo vírus no Brasil

E o Ministério da Saúde confirmou ontem à noite uma morte por febre hemorrágica brasileira que, segundo a Pasta, foi causada por um novo vírus. A vítima foi um homem, morador de Sorocaba, que veio a óbito no dia 11 de janeiro. O governo divulgou um boletim epidemiológico explicando que o novo vírus é da família Arenavírus e do gênero Mammarenavirus. "Considerando a família, este vírus pode apresentar alta patogenicidade e letalidade. Este fator representa um risco significativo para a saúde pública, ainda que nenhum caso secundário tenha sido identificado até este momento da investigação", destacou o órgão. A febre hemorrágica provocada por vírus não era registrada no país desde 1999 – e é u

Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

© 2015 Cura Ativa Serviços Médicos. Orgulhosamente criado com Wix.com

Registre-se no nosso site