Buscar
  • Dr. Julio Diniz Amorim

MINHAS ARTÉRIAS ESTÃO OBSTRUÍDAS POR PLACAS (ATEROSCLEROSE). QUAL É O TRATAMENTO?


O tratamento clínico deve ser considerado para todos os pacientes, envolvendo basicamente três pontos principais: 1 - Controle rigoroso dos fatores de risco para aterosclerose (tabagismo, diabetes mellitus, hipertensão arterial, colesterol alto, sedentarismo, obesidade, etc.); 2 - Remédios que ajudam a circulação através de diversos mecanismos podendo reduzir as complicações da doença (antiagregantes plaquetários, vasodilatadores, hemorreológicos, etc.); 3 - Programas de exercícios físicos regulares, não havendo limitações clínicas. QUAIS SÃO AS INDICAÇÕES DE CIRURGIA (REVASCULARIZAÇÃO)? Existem basicamente 3 situações em que se deve considerar uma cirurgia para melhorar a circulação arterial: 1 - Claudicação incapacitante - o paciente não consegue andar pequenas distâncias ou não é capaz de exercer suas atividades diárias habituais. 2 - Dor em repouso - mesmo sem utilizar a musculatura o fluxo sanguíneo é tão reduzido que provoca dor. 3 – Feridas crônicas que não cicatrizam nos membros inferiores - a deficiência de sangue (fonte de oxigênio e nutrientes) torna muitas vezes impossível a sua cicatrização. Estas lesões são chamadas de ISQUÊMICAS. Reparem na foto um exemplo de ferida isquêmica. Ao lado, a mesma ferida após um procedimento de revascularização. Vale ressaltar que várias doenças podem gerar dor nos membros inferiores, assim como gerar feridas. Portanto, é fundamental a avaliação médica especializada para definição do diagnóstico e a escolha do tratamento mais adequado. Consulte o seu cirurgião vascular.

Referência bibliográfica: Treatment of peripheral arterial disease in diabetes: A consensus of the Italian Societies of Diabetes (SID, AMD), Radiology (SIRM) and Vascular Endovascular Surgery (SICVE)

#isquemia #claudicação

0 visualização

© 2015 Cura Ativa Serviços Médicos. Orgulhosamente criado com Wix.com

Registre-se no nosso site